.................................................
electronic polaroids
quinta-feira, julho 31, 2003

BAFAUM NO GAY BONECA

Pegaram os caras fazendo um banheirão?

C O M U N I C A D O

A Administração do Shopping Frei Caneca informa que, em dois anos de operação, sempre zelou por proporcionar uma convivência respeitosa e harmoniosa entre todos os seus freqüentadores. Esclarecemos que em todos os casos que envolvam excessos, sejam eles cometidos por qualquer pessoa, os seguranças do Shopping estão instruídos para, de forma respeitosa e educada, abordar os envolvidos e informar que o comportamento não é adequado para o local, solicitando a sua interrupção. Este procedimento foi exatamente o adotado no episódio envolvendo o jornalista João Carlos Xavier e o publicitário Rodrigo Assis Rocha, no dia 06.07.2003, e pode ser comprovado no Boletim de Ocorrência, registrado na 4ª DP a pedido dos próprios envolvidos.

Enfatizamos que, em nenhum momento, o casal foi convidado a se retirar do empreendimento e só foi abordado pelo segurança porque estavam cometendo excessos. Lembramos que este não é um procedimento exclusivo do Shopping Frei Caneca e que muitos locais de acesso público adotam este mesmo procedimento junto a todos os seus freqüentadores.

Desde o seu projeto inicial, o Shopping Frei Caneca tem como objetivo oferecer opções de moda e entretenimento de qualidade. É freqüentado por pessoas de diferentes estilos e "tribos", mas que têm como característica comum gostarem de lugares agradáveis e que ofereçam produtos e serviços de qualidade. Não tem nenhuma operação direcionada especialmente para o público GLS (hahah), mas para a Administração todas as pessoas que nos visitam, e já são mais de onze milhões nos nossos dois anos de existência, merecem nosso total respeito e atenção, independente de cor, raça, religião ou preferência sexual.

Atenciosamente,

Wilson Pelizaro

Superintendente

Nofa. Julho tem 31 dias... Já contava que estávamos em agosto. Damn.


segunda-feira, julho 28, 2003

Francamente. Acho muito justo trocarem a cor na minha certidão de nascimento para "roxo". Rooooxo, sim! Aqui temos todas as nuances de roxo. Do esmaecido, passando pelo púrpura até aquele meio preto-trash.

Acho que não há um centímetro do meu corpo que não esteja com hematoma neste momento. As últimas felizardas foram a minha bunda e as minhas costas. Um tombo cretino graças ao chão molhado e com restos de sabão. Sabe quando vc tem plena consciência da queda? Aquele tombo em câmera lenta: uma dançadinha, levitação, "oops, vai doer..." e BANG! Você fica muda.

Vou por meu corpo no seguro. You never know. R$ 1,99, como a própria dona.

Hoje devo terminar o Diário de Anne Frank. Eu já tinha lido uma das versões há uns 10 anos atrás, mas a que tenho agora é o que chamam de "edição definitiva", com todas as partes antes censuradas pelo pai de Anne. Muitas delas têm a ver com sexo e é divertidíssimo. Apesar de estar em plena década de 40, Anne era bem relax e bem curiosa sobre o assunto. Ela não teve pudores em descrever a própria genitália, querer saber o que diabos era um preservativo ou alegrar-se com a vinda da menstruação (tadinha!).

Fora isso, é bem tocante o jeito como ela descreve o "fim" da solidão dela no Anexo Secreto, quando resolveu voltar os olhos para o garoto Peter, outro habitante do esconderijo. Sabe aqueles friozinhos na barriga que você sentia exatamente quando tinha 14 anos e via sua raison d'être? Aquela sensação de virar poça. De felicidade plena só com um roçar de braços e aquela expectativa torturante por algo que você sabe que é bom mas na verdade nem sabe bem do que se trata...

É meio como voltar no tempo. Agora tudo é chato, descarado e previsível.


I love Alex


Para o bonito que entrou aqui neste blog-oráculo perguntando "quantos anos tem Jennifer Beals", saiba:

A eterna Alex tem 39 (19/12/1963).

E veja se descubra o que é o IMDB, por favor. Juro que sua vida vai mudar.

(Por falar nisso, lembra desse filme? Ha. Eu amava. Abafa, mas eu tinha um tesão incontrolável pelo Sting naquela época Raoni/Amazônia/Trendy Botoques. Haha)

Felicidade vem incondicionalmente acoplada à uma conta de banco no vermelho. Por isso estou na merda, mas estou radiante. Agora tenho um livro culinário abesurdo (de caro e de maravilhoso) e meu primeiro arsenal de cozinha: fouet-fetiche, boleador, zester, espátulas, pincel, pinça e mais um monte de bobagens necessárias... *ai* Logo, logo chegam minhas amadas facas, que serão guardadas na minha fantástica maleta men in black.

domingo, julho 27, 2003



Ah, eu quero uma Blythe!

Os fotologs do Alysson e da Maica.

Oh, make me over! Aimolaiuanabiiiiiiii!





Hum. Billy Bob meu cu.

(um oferecimento JLU database)

Rick Levy + uma câmera digital + pirulitos + tule + champagne em copo de plástico + uma, duas, três, quatro garotas bêbadas com calcinhas divertidas trancados num banheiro.

Cristo. Sinto que um dia poderei ser chantageada... Haha.

sábado, julho 26, 2003

*ao*

... dream two was pretty special easily beats loving yourself...

E acordamos inspiradas hoje. Obrigada.

Ok. Fui tentar com a ala feminina no CelebMatch. No modo "random", olha a finesse de compatibilidade: Sylvia Saint (96% físico, 99% emocional e 95% intelectual = total 97%).

O quê? Você não sabe quem é Sylvia Saint? Então leia este pequeno résumé que está no site dela:

"This delicious Czech chick is one of the jizz biz's great beauties. Although she's taken more cum shots in the face than most girls her age have taken hot showers, nothing washes away her fresh innocence."

Fina!

Escolhendo, deu isso:

90% total com Amber Valetta.
100% emocional com Winona Ryder.
99% físico com Vanessa Paradis.
100% intelectual com Uma Thurman (e 99% físico)
Tudo na casa dos 90% com Sophie Ellis Bextor.
100% emocional com Liv Tyler.
E muito mal com a Asia Argento.

sexta-feira, julho 25, 2003

Parque aquático terá festa GLS em setembro

da Folha Online

O começo da temporada de verão do parque aquático Wet'n Wild será marcado pela Splash Party, festa que deve reunir no dia 21 de setembro cerca de 5.000 gays, lésbicas e simpatizantes.

Semelhante ao Gay Day no Hopi Hari, que acontece anualmente, o evento no parque aquático é promovido pelo Bureau de Negócios GLS.

Neste dia, além das atrações do parque, haverá a apresentação de DJS e um show de encerramento apresentado por drags queens.

SPLASH PARTY
Onde: Wet'n Wild São Paulo (rodovia dos Bandeirantes, Km 72)
Quando: dia 21 de setembro, das 10h às 18h
Informações: 0/xx/11/ 3663-0075

Ah, não... aquilo na Bianca deve ser a alça da mochila. A safada não usa sutiã.

Perfeito na minha parede e na minha gaveta de calcinhas agooooooora:


E por falar em atualização de 10 biggest wanks, acabo de sofrer uma desilusão terrível, thanks to Einah. Em primeiro lugar, ela confessou publicamente que tem tesão na Gina Gershon, o ser mais grotesco que Hollywood já defecou numa tela. Mas isso não vem ao caso.

O negócio é que a Ana encontrou um site retardado, com alta capacidade viciante chamado CelebMatch. Pelo que vi no blog dela, a garota conseguiria fazer uma suruba histórica com as combinações que conseguiu. Lógico que eu me empolguei...

Só que ninguém, NINGUÉM, combinava comigo. Tudo bem que eu não tentei as mulheres, mas... Todo o meu panteão de wet dreams não serve para mim: Edward Burns, Edward Norton, Ewan McGregor, Colin Firth, Ralph Fiennes, Johnny Lee Miller, John Cusack e Jude Law.

Exceto ele:


Jonathan Rhys-Meyers


physical: 100%
emotional: 97%
intellectual: 84%
TOTAL: 94%

O que faz muito sentido porque:

1) Ele é irlandês
2) Ele é andrógino
3) Ele é irlandês
4) Ele está em Velvet Goldmine
5) Ele é irlandês
6) Ele fez o Ewan McGregor/Curt Wild (ou quem sabe os dois)
7) Ele é irlandês
8) Ele fez um belo rapaz com cara de tuberculoso e com roupa de época em A Governanta
9) Ele é irlandês
10) Ele deve ser gay



Danny Boyle... alguém?

Adoro Revolver. :-)))

revolver
Revolver


Which Beatles Album Are You?
brought to you by Quizilla


Não me pergunte como eu caí aqui. Eu nunca pensei em aprender línguas nórdicas (islandês?).

Então eu gravei o Belle & Sebastian no Jools Holland. Quer dizer... deixei gravando seis horas de programação do Eurochannel (especial Balenciaga, Claudia Cardinale dando oizinho, filmes).

*fofo*

Em vez de uma, três músicas: "The Magic of a Kind Word", "I'm Waking Up To Us" e "The Boy With The Arab Strap". Por incrível que pareça, Isobel estava lá. Toda fofa, batendo palminhas e cantando.

E no final, lindo foi ver o Stuart meio suspirando e "tímido" cantar:

What do you make of the cool set in London? You're constantly updating your hit parade of your ten biggest wanks... She's a waitress and she's got style

quinta-feira, julho 24, 2003

Agora meu desktop é das Two Fat Ladies... haha. Saudades da gorda que morreu. Devia cair um horror de cabelo dela na comida... e aquele unhão pintado? Blasfêmia.


Casal This Life: A advogada anal-retentive e o cozinheiro bobo
(eu gostava da escocesa do mal!)



Mal acabaram e já fazem falta. Sim, eu estou com saudades dos anos 90.

E estou me acabando aqui: I Love 1996

O ano do Cool Britannia, Spice Girls, divórcio de Charles & Di, Trainspotting, This Life, Vaca Louca, tudo bi!

Sim, é britânico-cêntrico. Mas é da BBC, porra.

Mrs... will you... make me tea... make love to me... put on the telly.. to the BBC!

Melhor que esse desktop, só um que tive certa vez. Patsy Absolutely Fabulous com uma garrafa safada de Stolichnaya na mão e aquele cabelón trademark Ivana Trump.


Nofa. Olha o desktop-luxor deste menino:



Adoro Bianca Exuxótica. Bianca de shortinho e frente única!

(viu? ela usa sultiên)

Ana Maria Rivers manda a notícia que Olivier Martinez pode estar de casinho com a co-star e lips Angelina Jolie.

E eu digo: Este cara é um atorzinho desclassificado, meia-boca e nem tão hot assim, que só está se aproveitando da mais que adorável celebrity pop pixie/pint sized pop star Kylie Minogue.

E se a Kylie, na exuberância de seus 35 (?) anos, já sente o tic-tac do relógio, ela tem mais é que embuchar logo desse cara e chutá-lo. Isso se os cromossomos dele valerem tanto a pena assim. Eu acho que não.

Huhuhu... Quer dizer que existe um lugar chamado "Eu Nunca Li Joyce"?

ADOREI!

quarta-feira, julho 23, 2003

Cool. Nem sou louca por Coldplay (eu cheguei a trocar o Parachutes por The Corrs. Abaaaaaaafa! haha Abafa, nada. Eu gosto mesmo, e daí?), mas fiquei contente em saber que vão tocar aqui no dia 3/9.

Uff. Um pouco de bons ares pra esses lados. Seria ótimo se a Gwynnie estivesse na platéia. Super ia me jogar. Hahah. Adoro Gwynnie dando o truque da inglesa. Fica super fina.

Recuerdos... (ou o que você fazia em 1990/1991?)


Riiiiiiiiico... suuuuuuuuave....


Rico Suave
Gerardo

Seguro que han oído que yo soy educado
Soy un caballerito un chico bien portado
Un joven responsible y siempre bien vestido
Yo no se quien ha mentido

I don't drink or smoke ain't into dope
Won't try no coke, ask me how I do it, I cope
My only addiction has to do with the female species
I eat 'em raw like sushi

No me gustan ternos, mi estilo es moderno
Si me enterno, you me enfermo
Mi apariencia es dura, vivo en la locura
No me vengan con ternuras

So please don't judge a book by its cover
There's more to being a latin lover
You got to know how to deal with a woman
That won't let go
The price you pay for being a gigolo

There's not a woman that can handle
A man like me
That's why I juggle two or three


Mais do lixo hilariante de Gerardo aqui.

Pra você, Mari. Feliz 21, apesar de tudo. Ainda não é a hora, eu sei e você deve ter percebido. Mas como eu disse, não precisamos piorar a situação... e eu senti a sua falta. E só agora, 20 dias depois, consegui chorar e perceber isso. Vamos deixar o tempo e a distância resolverem as coisas... mas ouça (eu sempre lembro que vc lembrou de mim com essa música, quando eu estava longe e com saudades. E assim eu lembro de você automaticamente):

Miss Celie's Blues

Sister, you've been on my mind
Sister, we're two of a kind
So, sister, I'm keepin' my eye on you.

I betcha think I don't know nothin'
But singin' the blues, oh, sister,
Have I got news for you, I'm something,
I hope you think that you're something too

Scufflin', I been up that lonesome road
And I seen alot of suns going down
Oh, but trust me,
No-o low life's gonna run me around.

So let me tell you something Sister,
Remember your name, No twister
Gonna steal your stuff away, my sister,
We sho' ain't got a whole lot of time,
So-o-o shake your shimmy Sister,
'Cause honey the 'shug' is feelin' fine.

Não tenha medo de levar seus amigos bibas em festas de família. É sucesso garantido. Lógico que alguns machos se sentem meio amedontrados, mas ficam bem passivinhas (ainda mais quando eu ameaço rodar a baiana ou questiono a sexualidade deles próprios).

Enquanto isso, a ala feminina se derrete. São todos "lindos", "gentis", "bem vestidos" e "onde foi que você arranjou amigos tão graciosos?" (hum, numa almôndega em 1999?). O melhor mesmo é ver minha mãe exibindo cada uma das bees secretamente pras irmãs: "Ai, aquele alto ali é o Júnior, um amor... E o loirinho é o Dani, lindo né? E aquele de preto é o Cris... adoro ele..."

Hohoho.

E minha avó ficou encantada com "aquele rapaz alto" (Júnior):

"O que é que vocês tanto conversavam, hein??"

"Ele é meu caso, vó"

(Satisfação em neon nos olhinhos da velhota. Tanto que eu tive pena de contar o tanto em "comum" que eu e o xuxu temos, né fio?).

E enquanto cantavam parabéns pra minha irmã, ali no escurinho, peguei a bee desprevenida e dei-lhe um belo apertão na bunda. Uh. Adoro uma homo-comoção! "Pára!" (Arrã!)

terça-feira, julho 22, 2003

Minha memória é assim, igual àqueles papéis grudentos para pegar mosca. Às vezes é meio esponja, incha tanto que num determinado momento, sob as devidas pressões, solta tudo e fica vazia... Minha memória é ótima para fatos aparentemente desnecessários, cultura inútil e todo tipo de bobagem que jornalistas são obrigados a armazenar diariamente.

Eu era boa para guardar nomes. Depois fiquei boa em guardar rostos. Agora, com metade da população neurônica original, eu comecei a esquecer um monte de lembranças que teoricamente deveriam ser boas (pareço um homem, às vezes). O que me choca realmente é perceber que eu lembro com muita clareza coisas que aconteceram há 21 anos. Eu lembro da minha roupa (um pijama com robe vermelho), da minha cara de sono amassada, da balbúrdia, da expectativa de ver minhas bonequinhas de roupa nova, de bater apostas com meu irmão, de estar na casa da minha tia porque a minha passava por dedetização e de imaginar como é que um bebê podia sair da barriga da minha mãe com uma enceradeirazinha de plástico e um caminhão.

Eu tinha 5 anos e estou ficando velha.

segunda-feira, julho 21, 2003



Tão bom que a gente esquece que é canadense... *ao*

Palavras tipo Smiths/Interpol/futuro da música normalmente não levam a nada (e o Interpol já é *a* referência, haha!). Uma faixa também não diz muito (um Kazaa barango que não acha nada, sim). Talvez a procedência influa um pouco (*wink wink*)... mas eu achei esse Franz Ferdinand beeeeeem fino.

(que nome... não podia ter posto Gavrilo Princip? Seria mais subversivo...)

A música (Darts of Pleasure) está aqui.

Sensacional esticada à mansão de Julio&Gabi fez do meu sábado e da Ana a coisa mais bizarra e hilariante da semana. Era longe. E a gente já recarregava pilhas na padoca fina para voltar para casa quando a pequena Ana lembra-se da festinha de aniversário da Gabi. Eram 6 da manhã...

ótimo, ótimo, ótimo... ouvir Crystal Lake nessas situações (should never have left the crystal lake for parties full of folks who flake...). Uuuuff. *calafrios*. E goggles na cabeça. S.O.S. E Polly contando sobre o nascimento dos "monstrinhos de duas cabeças". E curiós, corujas, pombas-rolas e pombas-giras.

Saímos de lá às 10h. Com o sol horrivelmente brilhante e pessoas horrivelmente esportivas na rua.

Não me pergunte. Eu não sei como vim da Zona Leste ao Butantã.

ADOOOOOOOORO! Finalmente um hate comment! Um hate comment para chamar só de meu! *Chuif* Estou emocionada... Depois de dois longos e solitários anos, finalmente uma alma caridosa decide bancar a esperta e deixar algumas linhas de rancor bestinha.

Veja:

"Gabi, seu blog é tão importante quanto um apêndice...


Melissa "


Hahaha. Muito boa a comparação anatômica! Ainda mais vinda de um ser humano que se identifica com nome de sandália.

Verdade. Apêndices fazem jus ao nome. São apenas extras... Mas saiba querida, que eu nunca julguei meu blog tão importante como um pinto em sua vida.

Volte sempre!

sexta-feira, julho 18, 2003

E agora que eu já estou bem, acordada e ainda com o limite do banco intacto para dias mais negros ainda, digo que o I Festival de Risottos na casa da Mari ontem foi muito divertido.

Primeiro porque minha companhia-cozinheira (a Dea) é a melhor, claro, e a gente tem uma sintonia boa. Depois, os convivas eram muito divertidos e destemidos. Sim, porque eu adoooooooooro gente que se joga em comida e foda-se. Também tinha bastante vinho. Os risottos ficaram bons e malucos e forams servidos em duas rodadas (funghi,/manga com suco de laranja/alho poró e depois morango/funghi com manga, que ficou BOM) e sobremesa da avó da Mari foi uma torta de maçã estupidamente boa, só recheio.

Honestamente, quando cheguei em casa não consegui fechar a minha calça. Hahahah. Jiboião.

Às nove da manhã o telefone toca para a bêbada aqui:

"Gabriela? Aqui é do Itaú. Gostaria de informar que seu limite estourou em R$170 e posso cobri-lo por três dias"

E assim o sono e qualquer traço de álcool do dia anterior dissiparam-se, para usar um termo bem romântico, em dois segundos.

"Tem um cheque aqui de R$ 767 que deveria ser descontado da sua conta hoje. Posso segurar por cinco dias, oquei?"

*pânico*

Tudo o que eu consegui dizer foi "...tá". E não consegui dormir mais depois, porque eu bem que queria um escape. E vasculhei meu talão é... tchans! Nenhum cheque dessa quantia! (Me deram o truuuuque de novo, malditos?).

Daí a gerente disse... "Você costuma por algo na frente do valor do cheque?"

Queridos, não ponham mais aquele sinal de diferença. Caixa de banco acha que aquilo é 7.

quinta-feira, julho 17, 2003

Merda! Acabei de atirar meu tarô pela janela. Esqueci que tinha deixado o coitado ali tomando sol no peitoril... abri a janela e oops!

E como se não bastasse o traumatismo que ele deve ter sofrido, ainda caiu numa poça de mijo que a Trânsito faz questão de deixar todo o santo dia no quintal.

Amiguinho, sinto dizer, mas acho que é o fim. Não vou ler carta mijada, né? Que coisa triste.

terça-feira, julho 15, 2003

Ha. Ganhei um dia jabaculê de beleza num salão fino aí. Eu nem escrevo sobre o assunto, mas quem se importa?

Abafa, mas eu me rendi à chapinha... estava muito bizarro. Agora só esta esquisito. Faz anos que não me vejo com cabelo liso e já estava plenamente feliz e resignada ao pixaim-way-of-life.

Eu estou parecendo a Ótema Bernardes, com ressalvas. Haha.

E também fiz as unhas, porque não aguentava mais ser boring e ter unha curta e sem esmalte por causa de cozinha. Adoro! Me joguei logo num azul berrante. É pra curar o cold turkey.

Nem gosto de espanhol. Ainda mais o falado na América do Sul. E principalmente o da Argentina. Sinto medo quando ouço coisas tipo chô (yo) e cáche (calle)... mas eu tenho que me render e dizer que chamar chaleira de TETERA é simplesmente um mimo. hahah

domingo, julho 13, 2003

Pronto. Agora você já tem programa para esta quarta:



Agradecimentos: Pensão do Tio Levy

O rathergood.com é uma das coisas mais dementes que eu já vi na minha vida. E o melhor está aqui: Buffy's Swearing Keyboard.

Vi*... você odeia seu trabalho, não é? Então faça ajuste seu teclado e aumente o som das caixinhas e digite loucamente.

Comida vietnamita é muuuuuuito interessante! Quer dizer, não sei até que ponto ela é levada à sério, obedecida, no restaurante que eu fui no sábado. Dizem que maneiraram um pouco na pimenta, pelo paladar brasileiro.

É bom. Umas trouxinhas de massa cozidas no vapor com salmão dentro. Camarões caramelizados com um arroz muuuuuuuito apimentado. Eu amo pimenta e adoro a sensação que ela causa na boca, de anestesia... mas uff... tenho um longo caminho a percorrer. Minha língua parece estar cheia de pregos agora. Acho que preciso ir muito além da minha dose diária de pimentinha do reino.

E houve um brownie com pimenta. Chocolate + pimenta = orgasmos. Ainda mais com um sorvetinho safado bem do lado, pra refrescar.

Enfim, se te interessar, vá lá. Chama Laos. Fica na Bandeira Paulista. Tem um ambiente bem cool. Com DJ e tudo. A iluminação é bem baixa e as paredes vermelhas. Você não enxerga muito, mas quem se importa? Sem a visão a gente usa bem os outros sentidos, no?

Se puder, vá junto com seu marido, pretê ou fuck-buddy. Tanta pimenta deixa a gente meio estranha, if you know what I mean. Pena, viu? Eu teria feito horrores, hahaha.

Ah, e nem preciso dizer. Se você sofre de hemorróidas, don't bother.



Personal Velocity na sexta só com as garotas. É triste, mas é foda. Kyra Sedgwick+Parker Posey+Fairuza Balk. Ok, a primeira não é irmã da Julia Roberts. Aceito. E a Fairuza me lembra a Érica de Freitas (não é a cara?). Preferi o episódio da Parker Posey. Por ela, claro. Pela magnífica cena de masturbação com close nos escarpins-luxo. Pelo marido lindo/planta dela. E pelo fato de ela adorar cortar páragrafos, coisa que eu também gosto (não os meus, como vc pode bem ver). E eu gostei do termo Personal Velocity. Me fez sentir menos mal.

É, Aninha... como vc disse, esse entra pro rol dos filmes-revelação-para-garotas, junto com Virgens Suicidas e Beleza Roubada. Amém.

sexta-feira, julho 11, 2003

E eu ando terrivelmente chata, terrivelmente triste, terrivelmente machucada e fiz meu primeiro empréstimo no banco. *medo*

Respire fundo. Mais. É por uma boa causa.

quinta-feira, julho 10, 2003

Too Stupid To Be President

Veja o bonequinho de corda Dubya; Bush, Gore e Sean Connery em Jeopardy; Bush coçando o cérebro e frases "bem sortidas" (como dizem os lescos) do tipo:

"Do you have blacks, too?"

- Bush to Brazilian President Fernando Henrique Cardoso as reported in Der Spiegel. Condoleeza Rice interceded explaining that Brazil has the greatest number of black citizens of any nation outside of Africa.


Eve Kendall
Who needs James Bond? If you were a Hitchcock
blonde, you'd be Eve Kendall, undercover CIA
agent handpicked from the crowd to spy on
criminals. You'll stop at nothing to get the
job done, even if it does mean getting your
heart trampled on.


Which Hitchcock Blonde Are You?
brought to you by Quizilla


Num dia bem escroto, só Ferris salva:





Ferris: Life moves pretty fast. If you don't stop and look around once in a while, you could miss it.

E se você pode, vai lá e liga na Rede Bobo.

domingo, julho 06, 2003



Sabe, eu tento trabalhar... mas minhas obssessões ficam batendo à minha porta. Que horror! Nem ler mais jornal, fumando um cigarro safado e buscando ânimo e inspiração, a gente pode mais em paz! Eu abri o Caderno Mais! de hoje bem sem esperanças e dei de cara com Auden, sobre Deus, digo, Yeats:

In Memory of W.B. Yeats (III)

Earth, receive an honoured guest:
William Yeats is laid to rest.
Let the Irish vessel lie
Emptied of its poetry.

In the nightmare of the dark
All the dogs of Europe bark,
And the living nations wait,
Each sequestered in its hate;

Intellectual disgrace
Stares from every human face,
And the seas of pity lie
Locked and frozen in each eye.

Follow, poet, follow right
To the bottom of the night,
With your unconstraining voice
Still persuade us to rejoice;

With the farming of a verse
Make a vineyard of the curse,
Sing of human unsuccess
In a rapture of distress;

In the deserts of the heart
Let the healing fountain start,
In the prison of his days
Teach the free man how to praise
.


Lágrimas, não?

Aqui estão o I, II e III.

Eu e minha atenção de peixinho dourado... (diz que eu tinha que trabalhar hoje pra não me foder amanhã...)


Dirty & Dangerous. Sometimes shocking, you've got
a wild view on things. You are Eat to the
Beat.


Which Blondie Album Best Suits You?
brought to you by Quizilla


Foto tardia do D-Edge:


Domeneck, Moi e Einah (em sua melhor pose)



Não tenho nada contra absorventes internos, mas detesto O.B. Ew! Eu sou do tipo que necessita de aplicadores. O.B Não tem, então é aquela desgraça. O negócio entra derrapando, por mais relaxada que você finja estar, mentalizando coisas fofas tipo Esther Williams e nado sincronizado.

E não para por aí. Por causa da derrapagem, o negócio fica mal alojado. Você sente. No seu âmago. E pula que nem retardada para tentar colocá-lo no lugar (era o que me diziam na adolescência). Nada. E você segue com seu dia, tentando esquecer o alien entre suas pernas, mas cada sentada, aquela pontada de dor. Um mini-estupro. É o O.B dizendo oi.

E agora veja isso... haha.


Hahaha. Então foi assim. Eu e Vicky combinamos de ter um fim de semana tranqüilo. Planejamos fazer nossa I Maratona Bretã de Filmes. Ela é a única pessoa que realmente entende meus surtos com John Hannah, John Simm, Jeremy Northam, Ralph Fiennes, Jonny Lee Miller, Ewan McGregor (e toda essa belíssima casta cromossômica).

No fim, pegamos 6 filmes. A saber:

Sliding Doors (Hannah + Gwyneth)
Gosford Park (Clive Owen, Kelly MacDonald, Mr. Northam)
Martha, Meet Frank, Daniel and Laurence (Joseph Fiennes)
Crush
Lock, Stock and Two Smoking Barrels (Jason Flemyng)

e....

WONDERLAND!

Finalmente achei! Só para vocês terem uma noção do nível obssessivo das duas doentes aqui, a gente peregrinou por umas três locadoras até achá-lo. E eu me cadastrei na maldita locadora só para ter meu daily fix de John Simm. Haha. E no fim, Wonderland é bem mais triste do que eu imaginava. Mas just as good. Só perde para Miranda porque não tem cena em que apareça o traseiro mais-que-perfeito do Simm em movimentos sugestivos. O wet dream definitivo. Haha.

Ressaca. Eu tento evitar, mas não consigo. Deve ser endêmico. Deve ser crônico. Eu juro que pensei que se fincasse minha bunda em casa, acordaria com meu cérebro 100%. Duh... Foi culpa do fabuloso cookie de Loop. A última metade. *ao*. Estive em wonderland e voltei. Cheers, mate!

sábado, julho 05, 2003

Finalmente previsões nada horrorscope para a nemogirl aqui, como diz Exu:

PISCES:
>>Saturday July 5

Be brave, be adventurous and boldly go where no man has gone before. Your concepts for heightening the pleasure quotient in your life are worthy of your attention. Plus, you've made life terrific for a ton of people, a.k.a. you gave at the office, and now it's your turn to focus on what floats your cork.
Today's star rating: *** 1/2


Hello! Ráriú?



Cara. É o seguinte. Eu amo Guinness. E eu amo um dos poucos lugares que servem a black magic aqui em São Paulo, o O'Malley's.

Mas o O'Malley's tem uma questão que é boa e ruim ao mesmo tempo: a fauna freqüentadora é muito variada. É como tentar entuxar num mesmo lugar elefantes, cangurus, cobras, zebras e macacos. Isso acaba por interferir no som (ninguém merece ouvir Led Zeppelin e rock progressivo) e no seu próprio comportamento.

É assim, ó... Lá dá muuuuuuita puta. Daquelas que exigem pagamento, sabe? Not sluts, hookers. E essas putas ainda são daquele naipe que a Vicky definiu tão bem, as Ráriús (uma corruptela de "how are you?"), já que, se elas possuem dentes, não conseguem falar a língua do bardo.

Bom. Ontem o lugar estava infestado de Ráriús. Eu já me sentia envergonhada, sabe? Porque elas reforçam o estereótipo da brazileira-vache e são muito, muito vulgares. Mas a partir de um certo estado alcóolico e depois de passar mal de rir com uma potrancona-sargentelli que tentava dominar o espelho do banheiro-cubículo, resolvi reverter minha atitude.

Sabe o que é? O O'Malley's merece um estudo antropológico, cara. De verdade. Vou em frente com essa minha meta agora e comecei ontem mesmo. Peguei o próprio (o pequeno Timothen), munido de sua câmera digital, e o forcei a tirar fotos das ráriús. Em breve vocês verão estes documentos históricos aqui.

E só para finalizar, devo contar que o Pequeno Timothen trajava o uniforme do New York Rangers ontem, em pleno 4 de julho. Foi o suficiente para o pobre menino (sim, ele é um menino) ser encurralado por uma Ráriú com uma proposta indecentetemente "tentadora": uma noite de sexo à brasileira pela bagatela de R$ 250 (ou seriam dólares??).

Lamentável, no?

what weezer song are you?

Good girl, essa Bia. *wink wink*

O blog dela é protegido por St. Patrick, huhu.

Hmpf... Nossa Senhora d'Aparecida? I want glamour.

Celtic lovers of the world... UNITE AND TAKE OVER!








E gente... Barry White morreu?

COMO ASSIM???

Ermã Sampaio hasteará uma bandeira a meio-pau em nossa residência, certamente.

E eu acho que em homenagem ao maior make out singer da história da música, todos deveríamos dar uma espetacular hoje. Vamos lá, crianças. Som na caixa, calcinhas de rendinhas, cuecas de oncinha, morango & champa e muitos sussurros. O mestre merece.


Já que tenho andado em companhia de uma cafeinólatra e tenho sorvido mais pretinhos do que o usual, sinto-me no direito de fazer esse teste aqui:

You're a Cafe Mocha.
You're a Cafe Mocha!


What Kind of Coffee are You?
brought to you by Quizilla


Na verdade queria que tivesse dado TEA, porque quem me conhece sabe que sou amiga dos chás. Uma Twinning's Girl. And proud of it.

sexta-feira, julho 04, 2003

Ressacón. Desidratação. Só Coca-Cola salva depois de um porrinho de Guinness + saquê.




Quoth the Raven: Never more...

Lindo. Perfeito. Uma versão em áudio do poema.

Grande Lisa. Thank you so much!

quinta-feira, julho 03, 2003



Fofo, no? E foi escrito por um monge no final do século VIII (oito, se você também anda tosco com números romanos). Eu já tinha decidido que quando finalmente pudesse ter um amado gatinho (aqui em casa ninguém gosta deles), seu nome seria Juniper. Juniper é bonitinho, faz lembrar uma música do Donovan (Jenniffer Juniper) e significa literalmente junípero, ou zimbro... uma das minhas especiarias prediletas (e também usada na fabricação de gim).

Bom, mas eu gosto de Pangur Bán agora também. E isso vai me obrigar a ter dois gatinhos. Ou quantos gatinhos forem suficientes para aplacar minha febre de nomes.

E quando eu ganho um livro de poesias, sempre folheio e passo os olhos num esquema roleta russa. O poema que tiver a maior quantidade de palavras "atraentes" ganha minha total atenção e é o primeiro a ser lido. Assim foi em Irish Verse - An Anthology....

The Student and His Cat

I and Pangur Bán my cat,
'Tis a like task we are at:
Hunting mice is his delight,
Hunting words I sit all night.

Better far than praise of men
'Tis to sit with book and pen;
Pangur bears me no ill-will,
He too plies his simple skill.

'Tis a merry task to see
At our tasks how glad are we,
When at home we sit and find
Entertainment to our mind.

Oftentimes a mouse will stray
In the hero Pangur's way;
Oftentimes my keen thought set
Takes a meaning in its net.

'Gainst the wall he sets his eye
Full and fierce and sharp and sly;
'Gainst the wall of knowledge I
All my little wisdom try.

When a mouse darts from its den,
O how glad is Pangur then!
O what gladness do I prove
When I solve the doubts I love!

So in peace our task we ply,
Pangur Bán, my cat, and I;
In our arts we find our bliss,
I have mine and he has his.

Practice every day has made
Pangur perfect in his trade;
I get wisdom day and night
Turning darkness into light.

Dear Vicky... Ela está cada vez mais passada com as semelhanças entre a minha estante de livros e a dela mesma (são quase os mesmos "habitantes"). Eu estou é passada com a quantidade de café ingerida por ela. Não é humano. Sério. Ela toma 10 xícaras (medida de cafeteira) e ainda consegue dormir... tsc!

E a fofa me deu o típico presente que me faz ir às alturas e os olhinhos brilharem. Foi ao nosso templo da perdição (que tb atende pelo nome de Livraria Cultura) e trouxe pra mim Irish Verse - An Anthology. LINDO. Tem até umas baladas, como The Night Before Larry Was Stretched (que eu tenho na voz de Elvis Costello) E muito, muuuuito Yeats.

(Aliás, vcs também notaram o número de vezes que Yeats é citado em 24 Hour Party People? Hahah.)

Ai, um livro pra eu me jogar por noites e noites. Consultar sistematicamente e suspirar nonstop.

These boots (neither these runners) weren't made for fucking, cara Trânsito.

Socorro. Por que diabos uma cadela castrada sente necessidade de se agarrar às minhas pernas, coturnos e tênis pra ficar se esfregando? Que nojo.

quarta-feira, julho 02, 2003



Vicky, dear sis, já está em São Paulo. Ficará em minha humilde goma por duas semanas. Iá! Terei alguém para golfar meus surtos austenianos, brontënianos, yeatsianos, guinnessentos e britbobos 24/7. E ela é tão do bem que também usa o anel internacional do azar no amor, o Claddagh. *Chuif*

E fomos ver 24 Hour Party People finalmente!!! Adoooooro. E ela teve que aturar meus mini-gritos e superovulações toda vez que John Simm (meu mais novo oxigênio) aparecia na tela.

Então o Júnior é um amiguinho que fiz graças à Miss Kittin e a... Erika Patolino. Lógico que ele é guei, né? Eu não fico amiga de homem hetero. São eles que acham que eu sou amiga, sacou?

Enfim, o Jr. é o ser humano mais engraçado que eu já vi na vida. Tipo, ele coleciona muita gafe. "Diz que" foi hiperativo, mas eu acho que ainda é... ou é hiperpassiva? hehehe! E às vezes ele fica tão adoravelmente endemoniado que eu o batizei de Exúnior. Não é um amoooooor?

Agora Exu atendeu às nossas preces e fez seu próprio blog, já que ele estava fazendo dos nossos comments um blog propriamente dito: Social Disability.

Quer morrer de dar risada? Então se joga lá.

Bia = witty, fast and furious. Essa garota é uma parada (haha que fílmico). Sério. A gente se viu umas duas ou três vezes, mas eu já a tenho em ALTA consideração. Sério. Faz parte do meu seleto time de garotas prediletas (junto com a Vi*, a Vicky, a Einah e a Dea). Se o mundo fosse povoado por fêmeas desse gênero certamente tudo seria fucked up, mas muito mais glamouroso e inteligente.

Enfim, esta pequena introdução foi para comentar um estranho sonho de Ms. Apfelsine. Cara, a garota desenterrou do cérebro dela Fabio, o modelo mais decadente da Itália. Sabe quem era coadjuvante do sonho, além dela e o podrão? Manteiga.

Eu sei bem o que vai acontecer nesse seu próximo sonho, Beatrice. Que comercial de manteiga o que! Vocês vão é fazer uma refilmagem de O Último Tango em Paris! *PÂNICO*

terça-feira, julho 01, 2003



Preciso dizer que a pista do D-Edge é a mais maravilhosa de São Paulo. O lugar todo é sensacional, mas aquele pista... uh.... não há nada igual. Pena que meu sonho de dançar Disco 2000 (porque ela é beeeeeeem Disco 2000) não foi realizado (haha), mas valeu pelo resto. Discotecagem de Ricah estava espetacularmente electro. Luxo, Poder e Glamour. Vários amigos divertidos em volta e tecla foda-se ligada na potência máxima.

Cheguei em casa às 6h.

E só agora vejo como realmente estou fodida de trabalho.

(Alguém passa um café pra mim, por favor? Preciso de overdose de cafeína para a próxima noite).

Olha que boçalóide esse título: "Falafel: o acarajé das arábias é prato israelita!"

Tipo... que viagem geográfica, hein?

hum... adivinhe pra que servem as setas?

... et puis je fume.


versão 5.0 - pink martini

I'm BORED of the rings
I'm BORED of the rings

maystar designs | maystar designs | maystar designs